Como Montar uma Padaria: Guia Definitivo

0 Comentários

Quer montar uma Padaria e ser dono do seu próprio negócio com baixo investimento e muita lucratividade?

Com esse artigo você vai aprender de forma detalhada, tudo o que você precisa e todos os passos a serem tomados sobre como montar uma padaria.

Afinal, quem não gosta do cheiro de pão quentinho?!

como montar uma padaria

1) Identificando os tipos de Padarias

Conheça e identifique os tipos para montar a sua padaria de sucesso!

Com o crescimento populacional e o avanço da tecnologia, os negócios vem se modificando para atender melhor os seus clientes e se destacar no mercado, incorporando novos serviços e  diversificando a sua linha de produtos.

1.1- Tipos de Padarias

Após os anos 90, as padarias no Brasil passam por transformações constantes. A partir disto, poderemos identificar vários modelos de padarias:

1. Padarias Artesanais:

São as padarias no estilo tradicional, onde toda a produção é feita no local e a venda é feita diretamente para o consumidor final.

O carro chefe geralmente das Padarias Artesanais são os pães e confeitaria.

Existem vários modelos de Padarias Artesanais, alguns deles são:

– Boutique:

São padarias pequenas, encontradas em regiões de alto poder aquisitivo e tem foco em vendas de itens sofisticados, como pães e doces finos e produtos importados.

– Serviço:

São padarias maiores, localizadas geralmente em regiões centrais das cidades, áreas de grandes circulações com escritórios, lojas, etc. Além dos produtos de panificação e confeitaria, oferecem serviços de fast food, lanchonete, entre outros.

– Conveniência:

São as padarias de bairros residenciais, e comercializam outros produtos além da panificação e confeitaria, estilo mercearia, que poupa os clientes de irem até ao mercado para comprar outros produtos.

2. Padarias Industriais:

São as padarias onde o foco principal é a venda dos produtos congelados, em larga escala, para indústrias, hospitais, lojas de conveniência, supermercados, etc.

A produção das Padarias Industriais é sempre voltada para grande escalas, porém os clientes também podem consumir no local.

3. Padarias de Mercados:

São padarias que se encontram dentro de supermercados, lojas de conveniência onde a sua produção de panificados não é o principal foco. Alguns negócios não fazem a  produção no local, compram o produto congelado.

Porém, o valor é bem mais baixo comparado com os demais tipos de padarias, ampliando a concorrência.

É possível fazer vários modelos de padarias diferentes conforme o que você vai oferecer, tudo vai depender do modelo de negócio.

1.2- Tipos de Clientes de Padaria

Antes de abrir em uma padaria, você deve conhecer o público-alvo a ser atingido. É extremamente necessário fazer uma pesquisa de mercado para conhecer melhor o mercado, juntando informações referentes às características demográficas, poder aquisitivo e ao comportamento em geral do seu futuro consumidor.

Assim, você poderá abrir uma padaria com os produtos e serviços certos para oferecer ao seu cliente. Porém, antes você deve decidir a localização.

1.3- Localização

A localização é um fator muito importante para o sucesso do seu negócio.

As padarias, inclusive, por ter um alto nível de consumo por toda a população brasileira, têm uma concorrência acirrada onde o seu desafio é vender produtos de boa qualidade e oferecer produtos e serviços de acordo com as necessidades dos seus clientes.

Ou seja, a localização da padaria define o perfil e as características de consumo dos clientes, os produtos de maior saída e procura, horários de maior e menor fluxo, dentre outros fatores importantes.

2) Estrutura de Padaria

Após escolher a localização e fazer o estudo de mercado, é hora de identificar qual tipo se enquadra e quais mix de produtos e serviços vai oferecer ao montar a sua padaria.

A sua estrutura é composta basicamente da área interna para depósito de matéria prima, administração, vestiário, cozinha e produção, copa; e área externa com espaço para exposição dos produtos, atendimento ao cliente, mesas e o caixa. Ou seja, organize toda a disposição de equipamentos, controles e ordem da produção, para poupar tempo.

A estrutura básica de uma pequena padaria é de uma área de 60 à 100m², um espaço que alie praticidade, higiene, espaço e local confortável para seus funcionários e clientes.


2.1- Layout / ambientação de uma Padaria

O layout deve atender todas as necessidades de demanda e conforto, tanto dos funcionários quanto de seus clientes ao montar a sua padaria.

Os produtos devem estar sempre bem organizados e sua disposição estratégica, os produtos básicos de muita saída na frente e os com valor agregado, como os importados, a serem descobertos pelos clientes, além de ser fundamental a facilidade de acesso às prateleiras das mercadorias e aos frigoríficos.

O ambiente de uma padaria deve ser sempre agradável, como por exemplo, com músicas calmas, decoração delicada, higiene e aconchego, fazem com que os clientes se sintam bem, tornando-os cada vez mais fiéis. Não esquecendo da iluminação e ventilação que devem ser adequadas para o ambiente.

2.2- Cores para Padaria

Ao montar a sua padaria, leve em consideração as cores mais comuns, são elas: verde, laranja e as neutras.

As cores mais indicadas para padarias são as que incentivam inconscientemente a fome, e as que trazem a sensação de higiene.

2.3- Equipamentos: Móveis e Utensílios para montar sua Padaria

Para montar uma padaria, são necessários alguns utensílios e móveis básicos que vão variar de acordo com de acordo com a estrutura, demanda e produção do estabelecimento.

2.3.1- Os móveis necessários para montar uma padaria são:

– Mesas e cadeiras para acomodar os clientes;
– Balcões (seco e estufa);
– Mesa de preparo;
– Prateleiras;
– Móveis e expositores para o salão.

2.3.2- Utensílios básicos necessários para a produção:

– Fornos (saiba qual é o melhor forno para padaria);
– Amassadeiras, prepara grandes quantidades de massa;
– Cilindros, sovar massa e deixa mais homogênea;
– Batedeiras, prepara menores quantidades de massas, recheios, etc;
– Modeladoras, modela a massa com acabamento e sem desperdício;
– Divisoras de massas, divide e enrola volumetricamente as massas;
– Utensílios para confeitaria;
– Assadeiras;
– Balanças;
– Máquina de café;
– Freezers.

Além disso, equipamentos para a administração da padaria também devem ser adquiridos, como computador, telefone, impressora, etc.

3) Ideias para sua Padaria

Neste item, você poderá conferir ideias para montar sua padaria, nomes e sugestões para o seu cardápio.

3.1- Como criar o nome da sua padaria

Crie nomes de qualidade e criativos com esses 7 passos a seguir:

1. Seja diferente: busque por palavras novas, e crie com conceitos e essência de acordo com a sua empresa, isso deixará o seu nome exclusivo e fácil de memorizar.

2. Crie nomes curtos: quanto menor, mais fácil de ser lembrado.

3. Siglas: se a sua ideia ficou muito grande, você pode abreviar a transformar em uma sigla.

4. Fácil leitura e pronúncia: o nome da sua empresa tem que ser lido e entendido na maioria dos lugares do mundo.

5. Nome sugestivo: quando o nome da empresa já remete ao que ela faz, isso torna-se memorável de uma maneira simples e objetiva.

6. Cultura: cuidado com nomes com significados diferentes em outras culturas.

7. Emoção: tente despertar a emoção que o produto passa para o cliente.

3.2- Sugestão de cardápio/menu de uma Padaria

O cardápio/menu deve ser muito bem pensado e elaborado de acordo com o que seu público precisa, é o cartão de visita da sua padaria. Além de que, pode ser o diferencial do seu estabelecimento.

Como vimos nos itens anteriores, tudo deve ser planejado, e com o cardápio não iria ser diferente, não é mesmo?! A padaria vai girar em torno do seu menu, e não se esqueça, é sempre bom ter novidades. Os itens devem ser escolhidos de acordo com a estrutura, perfil, equipamentos, mão de obra, localização e público-alvo da padaria, para garantir sempre a qualidade, não perder seu estilo, ter lucro e evitar gastos desnecessários ou até mesmo perda de alimento.

Mantenha o carro-chefe da casa, produtos que mais vendem e os que tem uma boa margem de lucro. Fique atento aos produtos sazonais, por não estarem disponíveis o ano todo, essa tática equilibra os custos e o cliente sente que tem atualização sempre no cardápio, porém é bom renovar a cada seis meses, de acordo com a estação.

O visual e design do cardápio devem ter o estilo e as cores que associam a marca, representando a experiência do local. As fotos dos produtos devem ser de qualidade e realistas, isso aumenta em 50% do poder de venda.  Afinal, o cliente não gosta de ser enganado!

3.2.1- Divisão dos Produtos

Os produtos devem ser divididos por categorias, por exemplo:
– Cafés
Quentes – com leite / sem leite / descafeinado
Frios – com leite / sem leite / descafeinado
– Sucos
– Vitaminas
– Bebidas (água, água com gás, refrigerantes, etc)
– Chás
Chás quentes
Chás gelados
– Pães
– Salgados
– Tortas
– Lanches
– Pratos rápidos
– Saladas
– Sobremesas
– Bolos
Bolo simples (fatias de bolo, bolo inteiro)
Bolo de festa (fatias de bolo, bolo inteiro)
As categorias devem ser adaptadas para cada tipo de estabelecimento como falamos acima.*

Hoje, as panificadoras além de vender os produtos convencionais, estão investindo cada vez mais em espaços de conveniência, oferecendo muitas opções de cafés, pizzas, lanches, sopas e até refeições completas de almoço e jantar.

Além do mais, os clientes buscam muito mais do que um pãozinho francês para o café da manhã. Invista em novidades! Pães com diferentes farinhas, fermentações e recheios, garantem diversidade e sofisticação para a padaria. A busca por produtos adequados para dietas saudáveis e equilibradas, intolerantes ao glúten e lactose,  está cada vez maior.

Pensando nisso, preparamos um material especial: 10 Passos para Fazer Pães Incríveis. Baixe agora, é grátis!

4) Equipe e horário de funcionamento de uma Padaria

A quantidade de profissionais na sua equipe está diretamente relacionada ao porte da sua padaria, nível de fluxo e de produção.

Para uma padaria de pequeno porte pode-se começar contratando dois padeiros, uma ajudante de padeiro, dois atendentes para o balcão e dois caixas. O quadro de funcionários deve ser suficiente para cobrir a escala de folgas e suprir todas as necessidades da empresa.

Padarias tem seu horário de funcionamento geralmente das 6hrs  às 22hrs, de domingo a domingo, inclusive feriados.

4.1- Eventos na Área de Alimentação – Gastronomia, Panificação e Confeitaria

É de extrema importância o investimento constante em treinamentos e aperfeiçoamento dos funcionários, com cursos, palestras, workshops, para que estejam sempre por dentro das novidades.

4.1.1- Eventos

O empreendedor, inclusive, deve participar de congressos, cursos e palestras direcionadas ao seu ramo. Conheça alguns eventos sobre gastronomia abaixo

– Congresso Internacional de Food Service
Evento: anual
Local: São Paulo-SP

– Feira do Varejo de Alimentos, Bebidas, Equipamentos e Serviços da América Latina- Super Rio Expofood 
Evento: anual
Local: Rio de Janeiro – RJ

– Feira Nacional de Panificação, Confeitaria e Sorveteria – Minaspão
Evento: anual
Local: Belo Horizonte – MG

– Feira Internacional de Produtos e Serviços para Alimentação – FISPAL Food Service
Evento: anual
Local: Anhembi – São Paulo/SP

– Feira Internacional de Produtos, Embalagens, Equipamentos, Acessórios e Serviços para Alimentação – FISPAL Bahia
Evento: anual
Local: Salvador-BA

– Feira Internacional de Panificação e Confeitaria e do Varejo Independente de Alimentação – FIPAN
Evento: anual
Local: Porto Alegre-RS

– Congresso Brasileiro da Indústria de Panificação e Confeitaria – CONGREPAN
Evento: anual
Local: São Paulo-SP

– Feira de Produtos e Serviços para Panificadoras, Confeitarias, Bares e Mercearias – Paranapão
Evento: Anual
Local: Curitiba-PR

5) Divulgação / Publicidade

Antes de inaugurar o seu negócio, desperte curiosidade e interesse. Faça uma festa ou evento de inauguração, distribua panfletos na região, faça promoções para que instigue as pessoas a ir conhecer o seu estabelecimento.

A publicidade é indispensável em qualquer tipo de negócio, e para que a padaria se torne cada vez mais conhecida, divulgue tanto em material online como em offline. A sua padaria tem que estar presente nas redes sociais e em sites, pois o acesso das pessoas à rede cresce permanentemente em grande escala, atingindo diversos públicos e do mundo todo.

Lembrando que a divulgação online quando feita de maneira correta apresenta custo relativamente baixo e resultado.

6) Procedimentos para montar uma Padaria

Os procedimentos necessários para formalização do negócio deve ser feita junto aos órgãos responsáveis.

A contratação de um escritório de contabilidade é indispensável, e é importante que ele entenda sobre os procedimentos de abertura de empresa no ramo alimentício, por ter várias exigências. Deve-se inclusive, fazer um planejamento e um plano de negócio.

Neste item você vai aprender as exigências legais, documentação necessária e como fazer um plano de negócio.

6.1- Exigências legais e específicas

De acordo com o Sebrae, são também aplicáveis ao negócio de padaria as seguintes determinações legais:

Leis:

– Decreto-lei nº. 986, de 21 de outubro de 1969: institui normas básicas sobre alimentos diferentes tipos de resíduos na coleta seletiva.

– Lei 14.223/26/09/2006 e Decreto: 47950 – Dispõem sobre a colocação de cardápios na parte externa e sobre obrigatoriedade anúncios publicitários.

– Lei nº. 10.273, de 05 de setembro de 2001: É o decreto de proibição do emprego de bromato de potássio, em qualquer quantidade, nas farinhas, no preparo de massas e nos produtos de panificação.

– Lei nº. 12.560 – de 8 de janeiro de 1998: Que dispõe sobre a utilização de água filtrada na feitura da massa de pão, e dá outras providências.

– Lei nº. 6.437, de 20.08.77 e o Decreto nº 77.052, de 19.01.76, Lei nº 6437, de 20 de agosto de 1977: Configura infrações à legislação sanitária federal, estabelece as sanções respectivas e estabelece a necessidade da responsabilidade técnica.

– Lei nº. 12.389 de 11 de Outubro de 2005 – Dispõe sobre a doação e reutilização de gêneros alimentícios e de sobras de alimentos e dá outras providências.

Portaria:

– Portaria DINAL/MS nº. 09, de 23 de fevereiro de 1990 – Dispõe sobre os produtos passíveis de dispensa da obrigatoriedade de registro na DINAL.

– Portaria n. 003 do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial de 10 de janeiro de 1997. Dispõe sobre a comercialização do pão francês, ou de sal, a peso (pesagem na presença do consumidor) ou unidades de peso nominal definido.

– Portaria n° 42 – CVS/MS de 14/01/98 (Legislação Federal) – Dispõe sobre a Rotulagem de Produtos Embalados.

– Portaria n° 146 / 2006 – INMETRO – Dispõe sobre a venda de pão por peso.

– Portaria SVS/MS nº 326, de 30 de julho de 1997: Aprova o Regulamento Técnico sobre “Condições Higiênico-Sanitárias e de Boas Práticas de Fabricação para Estabelecimentos Produtores/Industrializadores de Alimentos”.

– Portaria nº. 370, de 26 de abril de 1999: É a portaria que libera o uso do aditivo INS 171 dióxido de titânio na função de corante para coberturas e xaropes para produtos de panificação e biscoitos, de acordo com a sua função corante e em quantidades suficiente para obter o efeito tecnológico necessário.

– Portaria nº 12 10/06 – Aprova o regulamento técnico de boas práticas. Estabelece critérios / procedimentos operacionais padronizados para produção de alimentos.

– Portaria nº 1428, de 26 de novembro de 1993: Aprova, na forma dos textos anexos, o “Regulamento Técnico para Inspeção Sanitária de Alimentos”, as “Diretrizes para o Estabelecimento de Boas Práticas de Produção e de Prestação de Serviços na Área de Alimentos” e o “Regulamento Técnico para o Estabelecimento de Padrão de Identidade e Qualidade (PIQ´s) para Serviços e Produtos na Área de Alimentos”.

Determina que os estabelecimentos relacionados à área de alimentos adotem, sob responsabilidade técnica, as suas próprias Boas Práticas de Produção e/ou Prestação de Serviços, seus Programas de Qualidade, e atendam aos PIQ\’s para Produtos e Serviços na Área de Alimentos.

Resolução:

– Resolução RDC nº. 39, de 21 de março de 2001: É a que aprova a Tabela de Valores de Referência para Porções de Alimentos e Bebidas Embalados para Fins de Rotulagem Nutricional.

– RDC nº 90, de 18 de outubro de 2000. Aprova o regulamento técnico para fixação de identidade e qualidade de pão.

– Resolução RDC nº. 91, de 11 de maio de 2001 – Aprova o Regulamento Técnico: Critérios Gerais e Classificação de Materiais para Embalagens e Equipamentos em Contato com Alimentos constante do Anexo desta Resolução.

– Resolução.nº. 105, de 19 de maio de 1999 – Aprova os Regulamentos Técnicos: Disposições Gerais para Embalagens e Equipamentos Plásticos em contato com Alimentos. Resolução de Diretoria Colegiada.

– Resolução RDC nº. 216 da ANVISA, de 15 de setembro de 2004 – Em vigor dia 15 de março de 2005. Dispõe sobre Regulamento Técnico de Boas Práticas para Serviços de Alimentação.

– Resolução RDC nº. 275, de 21 de outubro de 2002 – Regulamento Técnico de Procedimentos Operacionais Padronizados aplicados aos Estabelecimentos Produtores/ Industrializadores de Alimentos e a Lista de Verificação das Boas Práticas de Fabricação em Estabelecimentos Produtores / Industrializadores de Alimentos.

– Resolução RDC nº. 360, de 23 de dezembro de 2003: Aprova Regulamento Técnico sobre Rotulagem Nutricional de Alimentos Embalados, tornando obrigatória a rotulagem nutricional.

Além do cumprimento das exigências anteriores, é necessário pesquisar na Prefeitura Municipal a legislação aplicada ao negócio de Padaria/Panificação.

6.2- Documentação

A documentação pode variar de cidade para cidade, porém, é necessário contratar um contador profissional para legalizar a empresa nos seguintes órgãos:

– Junta Comercial;
– Secretaria da Receita Federal (CNPJ);
– Secretaria Estadual de Fazenda;
– Prefeitura Municipal, para obter o alvará de funcionamento;
– Enquadramento na Entidade Sindical Patronal em que a empresa se enquadra (é obrigatório o recolhimento da Contribuição Sindical Patronal por ocasião da constituição da empresa e até o dia 31 de janeiro de cada ano);
– Caixa Econômica Federal, para cadastramento no sistema “Conectividade Social – INSS/FGTS”;
– Corpo de Bombeiros Militar;
– Alvará de licença sanitária – Adequar as instalações de acordo com o Código Sanitário (especificações legais sobre a condições físicas). Em âmbito federal a fiscalização cabe a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, estadual e municipal fica a cargo das Secretarias Estadual e Municipal de Saúde.

6.3- Plano de negócio

Através de um Plano de Negócio você define estratégias, organiza recursos e atribui papéis a cada pessoa que irá compor a sua equipe de trabalho, além de ser um documento que descreve o seu negócio e poder analisar a viabilidade da execução do projeto.

Os principais benefícios são: captar recursos financeiros, dar credibilidade para a empresa, organizar as informações e ideias e tem a possibilidade de conquistar novos sócios para o projeto. Ele tem como função principal proporcionar o entendimento completo do negócio.

6.3.1- Como montar o Plano de Negócio?

Para começar a fazer um Plano de Negócio você deve responder:
– Qual é o seu negócio?
(descreva tudo, como é, qual a oportunidade, como vai ganhar dinheiro.)
– O que você vende?
(o que a empresa vende, como está vendendo e como está ganhando dinheiro.)
– Qual é o seu mercado?
(defina o seu público alvo, nicho de mercado que vai atuar, os competidores, as estratégias que vc vai usar para competir.)

6.3.2- Passo a Passo

A partir disso, você deve seguir o passo a passo:
– Sumário Executivo – (Deve ser preenchido por último, ser simples e ter no máximo duas páginas, para despertar o interesse do leitor, destacando os pontos mais importantes e fornecendo uma visão geral do planejamento):
Descrição da Empresa
Diferenciais Competitivos
Missão
Perfil dos Empreendedores;
Produtos e Serviços
Mercado de Atuação
Localização
Investimento Inicial
Forma Jurídica
Enquadramento Tributário

– Análise de mercado

Essa análise te ajuda a compreender o mercado que você pretende atuar, identificando o nicho de mercado que pretende atender:

Quem está comprando? O que está comprando? Por que está comprando? Quais são seus hábitos de compra? Qual é a sua renda? Qual é o seu nível cultural? Onde moram? Qual o estilo de renda deles?

Após essa etapa, você deve decidir os seus canais de distribuição, ações promocionais, planos de comunicação e política de preços.

Os concorrentes devem ser avaliados levando em conta todos os pontos acima e o seu posicionamento no mercado, pesquisando tudo sobre eles.

Para finalizar esta etapa, se informe sobre os fornecedores de seu negócio, busque todas as informações e anote tudo, mantendo tudo atualizado com contato, preços, condições de pagamento e de entrega de cada um deles.

– Plano de Marketing

Forma estruturada de como a sua empresa vai ofertar os produtos e serviços.:
Informe uma descrição completa dos seus produtos e serviços, qualidade e utilidade, como você vai se diferenciar dos seus concorrentes, detalhando as formas de divulgação da sua empresa.

– Plano Operacional

Define como a empresa vai desenvolver ou comercializar os produtos e serviços.:
Relacione os equipamentos que serão utilizados, a quantidade de pessoas e o tempo demandado por cada etapa.

– Plano Financeiro

É o resultado em números de todo o Plano de Negócio:
Se você concluiu que o negócio é viável, é hora de definir o investimento de implantação.

O investimento inicial levará em conta os seguintes pontos: Investimentos fixos, investimentos pré operacionais, capital de giro e demonstrativo de resultados.
Permite calcular o ponto de equilíbrio, que é o faturamento mínimo para a empresa não ter prejuízo, conhecer o prazo de retorno do investimento e conhecer a lucratividade da empresa.

Fazer um Plano de Negócio bem feito é importante, pois você terá em mãos informações valiosas que vão te trazer vantagens competitivas. Para isso é necessário, junto com o contador contratado, vocês façam esse modelo em PDF de Plano de Negócio feito pelo SEBRAE.

7) Quanto custa montar uma padaria?

De acordo com o Sebrae, o custo para abertura de uma panificadora pode girar em torno de R$ 110 mil. Este valor pode ser maior ou menor, dependendo do tipo de padaria no qual você deseja investir.

Quando for calcular o capital que será preciso para abrir a sua padaria, seja detalhista e não deixe de levar em conta o custo de todos os itens, incluindo a reserva necessária para os primeiros meses, chamado de capital de giro.

O retorno do investimento deve vir entre 2 e 3 anos, e a rentabilidade de uma padaria gira em torno de 13%.

8) Cases Padarias de Sucesso no Brasil

Neste item vamos mostrar as Padarias Famosas de cada estado do Brasil:

– Panificação Brasília (Arapiraca – Alagoas)

– Panificadora e Confeitaria Serpan (Manaus – Amazonas)

– Pão da Vida Delicatessen (Macapá – Amapá)

– Perini (Salvador – Bahia)

– La Boulangerie (Brasília – Distrito Federal)

– Padaria e Confeitaria Monte Líbano (Vitória – Espirito Santo)

– Panificadora Santo Pane (Catalão – Goiás)

– Padaria Vitapão (São Luís – Maranhão)

– Padaria Trigopane (Belo Horizonte – Minas Gerais)

– Confeitaria Colombo (Rio de Janeiro – RJ)

– Padaria Sabor do Pão (Natal – Rio Grande do Norte)

– Barbarella Bakery (Porto Alegre – Rio Grande do Sul)

– Padaria O Padeiro de Sevilha (Florianópolis – Santa Catarina)

– Panificadora Pandoro (Aracajú – Sergipe)

9) História da Padaria

Você sabia que a primeira padaria do mundo foi em aproximadamente 3.000 antes de Cristo no Egito?

Pão – Alimento Básico da População

Era localizada na cidade de Gizé, no Egito, onde hoje encontramos monumentos da Esfinge e da Grande Pirâmide. Segundo os historiadores, naquela época, o pão servia como alimento básico da população e também era servido de oferenda aos deuses, inclusive, utilizavam o pão como salário, por exemplo, um dia de trabalho por 3 pães.

O pão segue os passos do homem desde a antiguidade. Há milhares de anos antes de Cristo já eram fabricadas broas de farinhas diversas, assadas sobre pedras quentes. Sem forma definida, o pão era achatado, seco e duro, precisando ser imerso na água para o consumo. Ao passar dos anos, foi se tornando panificável pelos egípcios com os fornos de barro e a fermentação.

Padarias

Foi em 140 a.C., aproximadamente, na Itália, que as padarias começaram realmente a tomar forma. Foram instalados os primeiros comércios de pão e inauguradas as primeiras escolas de padeiro, que era uma profissão muito prestigiada pela sociedade romana.

No Império de Júlio César existiam mais de 400 padarias em Roma, pois quanto maior a distribuição que o imperador realizava, mais poder e popularidade ele tinha. Para manter a qualidade dos pães, foram feitas algumas leis e regulamentos para serem seguidos em sua fabricação. Depois da queda do Império Romano, em 250 a.C., o comércio de panificação se tornou escasso devido à crise, mas veio a se reerguer no século XII, com isso, padarias foram instaladas nas ruas dos burgos e nas cidades, e a partir daí, foram evoluindo e ganhando o mundo.

Evolução da Panificação

A França, no século XVII, começou a se aprimorar na receita original dos pães, dando origem a vários tipos. Com isso se destacou mundialmente no ramo por contribuir para a evolução da panificação, pois o pão francês pode ser encontrado em todo o mundo até hoje devido às suas características de ter um gosto suave e crocante.

Invenção dos Fornos

No Brasil, o comércio de pães e trigos estabeleceu-se em 1835 no Rio de Janeiro. Após 37 anos, com a invenção dos fornos à gás na Inglaterra, as padarias foram se modernizando cada vez mais. Porém, foi somente em 1915 que a industrialização chegou com tudo às panificadoras de todo o mundo.

As padarias, desde os anos 90, estão em transição. Buscando sempre se adaptar às novas tecnologias e os dias corridos da população. Isso faz com que ofereçam um grande mix de produtos, podendo até ser confundidas como um mini-mercado ou conveniência para atrair ainda mais os consumidores.

Seja qual negócio você for montar, a Zanotti Refrigeração está preparada para atender todas as suas necessidades, desde a montagem até os equipamentos.

Acesse a página abaixo e solicite o contato de um dos nossos consultores especializados, estamos preparados para te atender.

 

Avalie o post:

Como Montar uma Padaria: Guia Definitivo
5 (100%) 13 votes

Resumo
Como Montar Uma Padaria: Guia Definitivo
Nome do artigo
Como Montar Uma Padaria: Guia Definitivo
Descrição
Monte uma Padaria e seja dono do seu próprio negócio com baixo investimento e muita lucratividade! Com esse artigo você vai aprender de forma detalhada, tudo o que você precisa saber sobre como montar uma padaria.
Autor
Nome do autor
Zanotti Refrigeração
Logo do autor
Facebook Comments

A Zanotti Refrigeração é uma empresa com 60 anos de história especializada na comercialização de equipamentos e utilidades domésticas para cozinha industrial e representante autorizada das principais e melhores marcas do mercado para os segmentos do setor gastronômico, tais como cozinhas industriais, bares, restaurantes, padarias, açougues, empórios, cafeterias, franquias, supermercados, sorveterias, lojas de conveniências, entre outras.

Sobre a Zanotti

sobre a Zanotti

Somos especialistas na comercialização de equipamentos e utensílios para cozinha industrial, fabricação de painéis isotérmicos em EPS, além de montagem de projetos e consultoria para a criação e gestão de negócios do setor gastronômico como: franquias, lojas de conveniências, supermercados, lanchonetes, bares, restaurantes, padarias, açougues, sorveterias, entre outros.

Assessoria Projetos Zanotti

Inscreva- se em nossa newsletter!

Posts relacionados

0 Comentários

Deixe um Comentário