Qual Fritadeira Escolher: modelos e sistemas de fritura

0 Comentários

Convencionalmente fritadeiras comerciais podem ser usadas para uma grande variedade de alimentos. De sofisticadas sobremesas a tempurás, as possibilidades são quase infinitas. Não importa a variedade do alimento, uma fritadeira é parte essencial de uma cozinha profissional. A variedade de equipamentos é gigantesca, basta saber a finalidade do uso no seu estabelecimento e então escolher a ideal. Neste artigo iremos lhe ajudar a escolher a melhor fritadeira para o seu negócio.

Tipos de Fritadeiras

 

Fritadeiras em aço inoxidável são ideais para uso comercial, seja com um ou dois tanques, este último tipo possui plugs elétricos individuais, o que possibilita desligar o tanque que não está sendo utilizado ou então em momentos em que a demanda for menor.

Em cozinhas que trabalham com variados tipos de alimentos, não se deve utilizar o mesmo óleo. Os restaurantes com opção vegetariana devem designar uma fritadeira unicamente para fritar alimentos que não são carne, evitando qualquer contaminação cruzada. Quando não estiver em uso, o óleo pode ser facilmente drenado de cada tanque através de bicos que ficam localizados, tradicionalmente, na parte frontal da unidade.

Principalmente fritadeiras elétricas aquecem rapidamente e mantêm a temperatura constante, assim, no intervalo entre a fritura de porções não é necessário manter a fritadeira ligada quando não está sendo utilizada.

Os equipamentos presentes no mercado conseguem atingir temperaturas altas rapidamente, garantindo alimentos crocantes em vez de encharcados.

Equipamentos compactos e robustos são ideais para estabelecimentos que não possuem um grande fluxo de demanda. Algumas fritadeiras possuem também temperaturas de cozimento ideais para vários alimentos pré-programadas.

Alguns recursos de segurança, que serão destacados mais a frente, impedem que pequenos acidentes aconteçam enquanto o equipamento está em uso. A maioria dos modelos são fáceis de desmontar e lavar, pois a maioria das peças são laváveis.

Para saber a maneira correta de higienizar sua fritadeira acesse, gratuitamente, o e-book que a Zanotti preparou exclusivamente para você.

 

Fritadeiras Elétricas

Seu aquecimento é feito diretamente através de resistências elétricas, na maioria das vezes em aço inoxidável. É importante que as resistências não tenham potências muito altas para que o óleo não seja queimado ao não conseguir absorver a potência, caso isso aconteça a vida útil do óleo e a qualidade das frituras tendem a cair muito.

Motivos para escolher uma fritadeira elétrica

  1. Simples de instalação.
  2. Sem risco de vazamento de gás.
  3. Maior eficiência na transferência de calor, devido a queimadores submersos.
  4. Fácil portabilidade, costuma ser mais compacta, portanto mais fácil de encaixá-la em pequenas cozinhas.

 

Fritadeiras a gás

Neste tipo de equipamento o aquecimento se dá de forma indireta, podendo ser de duas formas, aquece-se a base da cuba de fritura ou então por tubos trocadores de calor envoltos por óleo. Chama-se o sistema com aquecimento na base da cuba de sistema de tacho, ou seja, tem a mesma função e eficiência de uma panela sobre um fogão, portanto menor que o sistema com tubos trocadores de calor, nesse sistema a eficiência é muito maior, os queimadores têm influência no consumo e quantidade de produção da fritadeira.

No momento de escolher entre um modelo a gás ou elétrico deve-se levar em conta o preço do gás e da energia elétrica. Verifique o consumo com o fabricante.

Motivos para escolher uma fritadeira a gás

  1. Independência quanto a quedas de energia elétrica.
  2. Rápido aquecimento quando comparada a modelos elétricos.
  3. Fácil higienização.
  4. Facilidade de acesso ao gás, seja por meio de botijão ou encanado.

 

O que você vai fritar?

 

Para escolher a fritadeira correta para sua cozinha é fundamental saber exatamente o que irá ser frito nela. Ao responder essa questão, você saberá exatamente o equipamento a ser adquirido.

Frituras consistentes costumam soltar muito resíduo, enquanto os alimentos que sofrem fritura pouco consistente liberam menos. Por outro lado, frituras pouco consistentes, bolinhos de chuva, por exemplo, precisam de uma cuba com grande área de fritura e fundo plano para evitar que grude. Com base em todas as informações trazidas nesse artigo você conseguirá escolher sua fritadeira de forma assertiva.

 

Sistemas de fritura, tamanhos, formatos e capacidade

 

Tacho

Esse sistema de fritura são os mais comuns, principalmente em equipamentos de bancada. Por ser um sistema com uma eficiência não tão efetiva quanto a outros tipos de equipamentos, não é indicada para cozinhas que atendem a grandes demandas. Fritadeiras com sistema de fritura tipo tacho, podem ser trocadas, com algumas ressalvas, por uma panela e um fogão, tendo como vantagem unicamente a possibilidade de controle de temperatura, no entanto o óleo nela utilizado tem uma vida útil curta, por detritos de alimentos serem constantemente carburados.

 

Zona Fria

Esse sistema de fritura se dá por um espaço localizado abaixo da resistência, nesta cavidade o óleo fica mais frio do que o da parte superior, assim grande parte dos resíduos que se soltam dos alimentos se sedimentam neste local. Fritadeiras que operam por sistema de zona fria são indicadas para fritar um mesmo tipo de alimento, pois possuem excelente rendimento para volumes constantes, sua maior desvantagem é a de transferência de gostos entre alimentos, além do que a vida útil do óleo é relativamente baixa devido aos detritos que ficam no óleo.

 

Água/Sal e Óleo

O mais eficiente e revolucionário sistema de fritura, é dividido em dois estágios, onde são colocados água e sal (que ficam na parte inferior, por serem mais pesados) e óleo na parte superior. Todos os sedimentos ficam na água e por meio de um dreno na parte inferior, essa água pode ser retirada e água com sal limpa ser colocada novamente, com isso o óleo fica novo e reaproveitado diversas vezes. Fritadeiras com esse sistema são indicadas para qualquer tipo de fritura, em especial para estabelecimentos que trabalham com frituras variadas, possui um ótimo rendimento para qualquer volume, e não há transferência de sabor entre os alimentos.

 

Fritura Sob Pressão

Esse sistema é o mais especial e específico, consegue fritar homogeneamente frangos e outras proteínas, deixando-os crocantes de uma forma difícil de se conseguir através de outros sistemas de frituras. O tempo de fritura é muito menor do que outros tipos de fritadeiras, além de diminuir a perda de água. Equipamentos com essa tecnologia são ideais para estabelecimentos de frango frito.

 

Tamanho

No momento de escolher uma fritadeira é preciso levar em consideração a quantidade de alimento a ser preparado de uma única vez e o espaço destinado ao equipamento. O número de cubas da fritadeira deve atender aos tipos de alimentos que nelas serão fritos, como também o número de pedidos atendidos concomitantemente. A área de fritura dessas cubas são pontos capitais, pois dependendo do alimento que nelas serão preparados, um tamanho pequeno pode ser insuficiente, ou muito grande pode ser um desperdício de óleo, energia e espaço.

 

Formato

Os formatos das cubas, são basicamente, redondos e retangulares, no caso de sistemas de tacho as mais comuns são as redondas, estas costumam ter uma capacidade de fritura menor, porém uma área de fritura maior. As fritadeiras de sistema sob pressão são encontradas em variados formatos, inclusive em gavetas, que oferecem maior capacidade de fritura de uma só vez. Os equipamentos com sistema água/sal e óleo são tradicionalmente retangulares, com modelos para serem usados em bancadas, ou mesmo com grande capacidade de fritura.

 

Capacidade de Óleo

A quantidade de óleo em relação a capacidade de fritura não é proporcional. Deve-se ter atenção quanto a essa especificação, pois fritadeiras com a mesma capacidade de fritura podem ter uma diferença de quase metade na quantidade de óleo utilizado. Isso irá influenciar diretamente no custo de operação do equipamento.

Não há nenhuma norma regulamentadora para auferir a eficiência de fritadeiras, porém, um índice mundial é constantemente utilizado para medir a capacidade de fritura em relação a energia utilizada, seja ela elétrica ou gás, este índice se chama Energy Star/ASTM e sua constante é dada em kg de batata frita por hora. Através deste índice é possível comparar os equipamentos de forma mais exata, por meio da capacidade de preparo de alimentos da fritadeira.

 

Tipo de Cestos

A escolha do cesto está diretamente ligada ao tipo de alimento que será preparado na fritadeira, pode ser encontrado no mercado desde cestos aramados, com tela fina, chapa perfurada, ou mesmo específicos para fritar tortilhas e tubos de massa folhada recheada com variados tipos de doces.

 

Alimentação do equipamento

Neste artigo você saberá tudo que precisa para escolher uma fritadeira a gás ou elétrica.

Qual Fritadeira É Melhor: A Gás Ou Elétrica?

Questões de Segurança

A maioria dos modelos de fritadeiras contam com variados dispositivos de segurança, é importante que seja operado por alguém com conhecimento acerca do funcionamento e dos padrões de segurança do equipamento para que se evite acidentes.

No mercado, as fritadeiras de maior qualidade são normalmente fabricadas em aço inoxidável. Esse material transmite calor muito rapidamente, portanto maneje sempre a fritadeira por suas partes revestidas de material isolante.

Escolha equipamentos que contem uma empunhadura ergonômica, alguns modelos possuem o pegador com cabo de material isolante de calor. Em modelos de piso, escolha aqueles que possuam pés de borracha antiderrapante.

Dê preferência a equipamentos que possuam controle de temperatura, timer e outras funções que ajudem a evitar acidentes. Lembre-se que queimaduras com óleo normalmente são de alto risco.

Termostatos (componentes que medem a temperatura do óleo) podem apresentar falhas, caso o alerta de temperatura for disparado repetidamente, o queimador não acender, ou o óleo não ficar quente conforme ajustado no controle de temperatura, este termostato está com problema, solicite a garantia ou, se não houver mais cobertura, leve a uma assistência técnica autorizada.

 

O Conservador de Frituras como Equipamento Acessório

Estes equipamentos conseguem manter os alimentos, crocantes e aquecidos depois de fritos. Conservadores de frituras consistem de um pórtico suspenso com luzes de aquecimento, e uma resistência em sua base. Em alguns modelos há um controlador separado para a iluminação, permitindo que o operador controle a quantidade de calor necessário. A maioria dos equipamentos são forjados em aço inoxidável da melhor qualidade, o que garante um uso durável e higiênico.

Conservadores podem ser compactos (de bancada) ou de grande porte (de piso). São de simples operação e podem ser usados em todas as lojas de frango frito, lanchonetes, bares, e em todos os estabelecimentos gastronômicos que ele for preciso. Estes equipamentos permitem fácil mobilidade para limpeza atrás e por baixo. Higiênico e simples de limpar, costuma contar com suporte para sacos e uma placa de drenagem.

 

A escolha da fritadeira ideal pode gerar melhores resultados no seu estabelecimento, assim como escolher o equipamento errado, pode ocasionar falta de produtividade, desperdício e automaticamente prejuízos financeiros.

 

A Zanotti Refrigeração possui uma linha completa de fritadeiras e uma equipe especializada para ajudá-lo a escolher o equipamento ideal para o seu negócio, entre em contato conosco ou nos faça uma visita.

 

Facebook Comments
Qual Fritadeira Escolher: modelos e sistemas de fritura
5 (100%) 2 votes

A Zanotti Refrigeração é uma empresa com 60 anos de história especializada na comercialização de equipamentos e utilidades domésticas para cozinha industrial e representante autorizada das principais e melhores marcas do mercado para os segmentos do setor gastronômico, tais como cozinhas industriais, bares, restaurantes, padarias, açougues, empórios, cafeterias, franquias, supermercados, sorveterias, lojas de conveniências, entre outras.

Sobre a Zanotti

sobre a Zanotti

Somos especialistas na comercialização de equipamentos e utensílios para cozinha industrial, fabricação de painéis isotérmicos em EPS, além de montagem de projetos e consultoria para a criação e gestão de negócios do setor gastronômico como: franquias, lojas de conveniências, supermercados, lanchonetes, bares, restaurantes, padarias, açougues, sorveterias, entre outros.

Assessoria Projetos Zanotti

Inscreva- se em nossa newsletter!

Posts relacionados

0 Comentários

Deixe um Comentário